Comércio Digital

Instituições financeiras apresentam nova tecnologia para e-commerce

 

Mercado Pago, Itaú Unibanco e Mastercard realizam primeira transação de crédito com o protocolo EMV 3DS, que permite as mesmas taxas de aprovação do mundo físico.

 

O Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, o Itaú Unibanco e a Mastercard anunciam que acabam de realizar a primeira transação on-line autenticada EMV 3DS (versão 2.1) para compras com os cartões de crédito na plataforma Mercado Livre.

A tecnologia promete revolucionar o e-commerce ao aumentar as taxas de aprovação das compras on-line com cartão de crédito e débito ao promover transações tão seguras e convenientes quanto as realizadas no mundo físico. Para os cartões de débito, as empresas esperam realizar a primeira transação no decorrer do ano.

A autenticação é possível graças à integração da plataforma Mercado Pago às soluções da Mastercard denominadas Identity Check e Smart Interface, que permite o uso do protocolo 3DS 2.0, que eleva a taxa de aprovação da compra online para o nível dos pagamentos presenciais, com índices em torno de 100%.

A inovação aprimora a experiência do consumidor e contribui para o aumento das taxas de conversão no e-commerce. O incremento da quantidade de dados reduz as chances de que uma compra on-line legítima não seja aprovada por falta de informação.

A autenticação EMV 3DS usa a tecnologia de machine learning para fazer uma análise de risco considerando uma quantidade maior de dados do usuário e do vendedor. O mapeamento inclui dados do aparelho (IP do computador, endereço do estabelecimento, compras via desktop ou mobile etc) que ajudam na tomada de decisão que envolve bancos, adquirentes, empresas de pagamento e bandeiras, facilitando a autenticação da compra on-line.

A integração desse sistema à plataforma do Mercado Pago vai oferecer mais uma camada de segurança de última geração oferecendo mais proteção às compras on-line.

"Vamos oferecer uma experiência inovadora ao aumentar a aprovação das compras de forma tão segura e conveniente quanto um pagamento numa loja física. No débito, a jornada on-line terá mudanças ainda mais significativas, abrindo espaço para o uso massivo de um tipo de cartão bastante popular. Com esse projeto, damos um passo importante para a democratização do e-commerce e reforçamos nossa posição como a fintech mais completa do mercado", explica Tulio Oliveira, vice-presidente de Mercado Pago no Brasil.

"Conferir segurança adicional às transações on-line faz parte de nossa estratégia de Melhoria Contínua do Itaú e da Rede", afirma Rubens Fogli, Diretor de Negócios Digitais do banco. "Ao poder contar com dados extras, que vão aumentar nossa certeza de que, no ambiente digital, o comprador corresponde realmente ao portador do cartão utilizado, melhoramos a experiência dos consumidores e contribuímos para o aumento do nível de confiança desse público, favorecendo o avanço do comércio na internet", completa o executivo.

Segundo João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard para Brasil e Cone Sul, conforme o comércio digital continua a crescer, consumidores demandam por conveniência e segurança em suas transações. "Elevaremos a qualidade das transações por meio de novas formas de autenticação a fim de conduzir o e-commerce para uma experiência on-line mais segura e sem fricção", finaliza Paro Neto. 

 

Leia também: Atendimento ao cliente é decisivo na hora da compra online

Leia também: Brasileiros têm preferência por fazer compras on-line à tarde

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais