Indústria

45 marcas brasileiras participam da Expo Riva Schuh

 

Valorização do dólar e recuperação das exportações em maio criam clima de otimismo para a mostra

 

A Expo Riva Schuh, uma das mais tradicionais feiras de calçados do mundo, que acontece na elegante cidade italiana Riva Del Garda, entre 15 e 18 de junho, traz boas expectativas aos fabricantes brasileiros. Ao todo, participarão do evento, com o apoio da Abicalçados, 45 marcas nacionais.

A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruísa Scheffel, destaca que as expectativas são positivas, visto que a feira abre o calendário internacional de vendas das coleções de primavera-verão, as mais rentáveis para as marcas brasileiras no exterior. "Mantivemos o número de expositores, o que mostra o comprometimento das marcas com a exportação como estratégia", comemora Ruísa. 

No ano passado, a mostra gerou US$ 8,4 milhões em negócios imediatos, número que deve ser semelhante ou ainda maior na mostra deste ano, isto porque a valorização do dólar sobre o real deixou o calçado brasileiro com preço mais competitivo.

Outro fator de otimismo para os calçadistas brasileiros é a recuperação das exportações registrada no mês de maio, quando os embarques foram 20% superiores aos realizados no mesmo mês do ano passado, alcançando mais de 7,6 milhões de pares.

"A Expo Riva Schuh tem como característica ser uma feira de volume de vendas, com visitantes dos principais mercados compradores do planeta", conclui Ruísa.

Participam da mostra as marcas Klin, Werner, Andacco, Carrano, Madeira Brasil, Verofatto, Piccadilly, Pegada, Vizzano, Beira Rio Conforto, Moleca, Molekinha, Molekinho, Modare Ultraconforto, Usaflex, Tabita, Pampili, Cravo & Canela, Jorge Bischoff, Loucos & Santos, Ramarim, Comfortflex, Whoop, Stéphanie Classic, Cristófoli, Suzana Santos, Renata Mello, Sapatoterapia, Democrata, Petite Jolie, Sollu, Pimpolho, Indiana Colours of Brazil, Grendha, Grendene Kids, Copacabana, Cartago, Capelli Rossi, Capodarte, Dumond, ADG Export, Adrun, GVD International, Arezzo e Awana.

 

 

Leia também: Estados Unidos puxam exportações de calçados

Leia também: Ações da Apex-Brasil posicionam o Brasil entre os cinco maiores países exportadores de couro

 

Fonte: Abicalçados

Redes Sociais