Mercado

Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado faz primeira reunião no dia 25

Encontro vai levantar as principais questões inerentes ao desenvolvimento do setor e discutir propostas para melhorar a experiência de compra e o atendimento ao consumidor.

 

Integrar toda a cadeia do calçado, bolsas e acessórios, desde a base (inspirações, matérias-primas) até o consumidor (varejo), para mapear, discutir e buscar soluções para os novos desafios do mercado.

É com esta proposta que a Francal Ablac Show – parceria entre a Francal e a Ablac para impulsionar o mercado calçadista o ano todo com uma série de ações coordenadas – criou o Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado, composto por membros das diferentes entidades representativas do setor, além de fabricantes, lojistas, fornecedores e da Francal Ablac Show, mais importante feira de negócios, conhecimento e relacionamento deste mercado e agente de ligação entre todos os pontos da cadeia.

A primeira reunião do Conselho acontece no dia 25 de novembro, em São Paulo, na sede da Francal, quando serão levantadas as principais questões inerentes ao desenvolvimento do setor e as propostas para melhorar a experiência de compra e o atendimento ao consumidor, de modo a aumentar as vendas e melhorar os resultados. Tudo isso sob a abordagem do Design Thinking, método que exercita o diálogo e chega aos resultados de forma colaborativa, valorizando a diversidade de experiência dos membros do Conselho.

Deste encontro sairão os temas que serão aprofundados nas próximas reuniões, com periodicidade bimestral. Conforme o tema, profissionais de outros setores poderão ser convidados para transmitir suas expertises. O resultado das reuniões será compartilhado com todo o mercado.

O Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado é composto por 23 membros, representantes das entidades: Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac), Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira dos Representantes de Calçados, Confecções, Bolsas e Acessórios (Abrecal) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), fabricantes, lojistas, fornecedores e diretoria da Francal.

 

Leia também: Setor calçadista ganha Frente Parlamentar

 

Leia também: Projeto “Marcas” oferece solução mais prática aos expositores

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais