Entidades

Projeto Três Coroas Shoes participa de primeira missão internacional

Confirmaram presença no showroom do Peru as marcas Andine, Bebecê, Cecconello, Eléia, Stéphanie Classic, Valentina e Werner.

 

Criado em 2015 para fortalecer as marcas do polo, o projeto Três Coroas Shoes embarca para sua primeira missão internacional. De 11 a 13 de novembro, sete marcas preparam seus mostruários para participar da Missão Comercial Peru, showroom que ocorrerá em Lima, capital peruana.

A Missão, que conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas (SICTC), é uma promoção do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Confirmaram participação as marcas Andine, Bebecê, Cecconello, Eléia, Stéphanie Classic, Valentina e Werner.

“É uma demanda de nossos associados ampliarmos a participação do Três Coroas Shoes para além das fronteiras do Brasil”, explica Juliano Mapelli, executivo comercial do Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas (SICTC.

Ele conta que desde o primeiro semestre vinham sendo estudadas maneiras de oportunizar o contato de fabricantes do polo com o mercado externo em formato coletivo. Profissionais de empresas locais que já acumulam experiência com clientes internacionais auxiliaram na definição desta primeira missão.

Num total, serão 23 fabricantes brasileiros, sete deles de Três Coroas, todos devidamente identificados com o selo do projeto. Atualmente, muitos dos fabricantes da região já mantêm negócios com o Peru e o objetivo é ampliar a presença do calçado de Três Coroas naquele país.

Além da presença no showroom, os fabricantes também têm acesso a um seminário preparatório, reuniões agendadas por serviço de matchmaking (organizadas pela Abicalçados), visitas ao mercado local e Photocall, ação de imagem com jornalistas peruanos. 

Conforme informações da Inteligência de Mercado da Abicalçados, o Peru é o 7º maior comprador do calçado Made in Brazil. De janeiro a setembro deste ano, foram embarcados 3,3 milhões de pares. “É um mercado a ser explorado, especialmente diante da previsão de crescimento superior a 4% do PIB para 2019”, enfatiza Mapelli.

Para o lojista peruano, o Brasil é considerado um lançador de tendências em calçado e é comum encontrá-los em feiras e eventos calçadistas daqui. A data escolhida para promover o showroom também é considerada positiva.

“É o momento de compra deles. Como é uma negociação mais morosa, vimos como positiva a proximidade com a Zero Grau (evento lançador das coleções de inverno 2020, marcado para 18 a 20 de novembro, em Gramado/RS). O lojista conhece o produto e estreita relações com nossos fabricantes lá e vem fechar pedidos aqui”, avalia o executivo do SICTC.

Além da mobilização para viabilizar a participação das empresas do polo no evento, o projeto Três Coroas Shoes se responsabiliza pelas demandas operacionais dos expositores, além de oferecer subsídio de US$ 100 para cada empresa.

Outros US$ 100 serão subsidiados pela Prefeitura de Três Coroas. Este será o primeiro de quatro showrooms previstos no Peru. Para 2020, a ideia é que o projeto leve fabricantes do polo para mais três eventos internacionais.

 

Leia também: Marca brasileira de bolsas representará o País em prêmio sustentável

 

Leia também: Empodere-se com o novo Scarpin da Arezzo!

 

Fonte: Sindicato de Três Coroas

Redes Sociais