Notícias


Publicado em:
2
8/2018

Produza fotos perfeitas para as redes sociais do seu negócio

Em tempos de mídias digitais e e-commerce, o ditado “uma imagem vale mais que mil palavras” nunca fez tanto sentido para o varejo.



Metatags: Calçados, Varejo, Mídias Sociais, Fotografia, Dicas

Atuando como uma verdadeira vitrine virtual, as redes sociais dizem muito sobre o negócio e podem exercer grande influência sobre o consumidor, mas ter fotos bem-feitas – o que não é sinônimo de equipamentos caros – é um fator decisivo.

Tanto para lojas que vendem pelos canais a distância quanto para as que usam as redes sociais para construção de marca e relacionamento com o consumidor, é fundamental que as imagens valorizem os produtos clicados.

Se no contato físico é possível tocar e sentir o objeto desejado, além de ter os vendedores à disposição, no contato virtual por meio de fotos é preciso contar uma história, seja por meio dos cenários ou pelo destaque de detalhes marcantes dos objetos. No caso de serviços, fotos ilustrativas em cenários bonitos e com pessoas no mesmo perfil do seu público são ideais.

Aprender fazendo

E mesmo os negócios que não possuem verba disponível para contratar fotógrafos profissionais podem elevar bastante o nível das suas fotos seguindo técnicas simples, que podem melhorar o clique até de quem não possui muito conhecimento em fotografia.

Na loja de artigos de decoração Studio Casa 54, no bairro Três Figueiras, em Porto Alegre/RS, quase todas as fotos são produzidas pela equipe e para alguns posts a inspiração vem da rede Pinterest. As sócias, Paula Busnello e Gabriela Mascia, afirmam que os principais cuidados são a escolha do fundo, a luminosidade, a cor e o enquadramento.

“Um fundo feio pode acabar com a foto e com o atrativo do produto, assim como o uso de cor quebra a monotonia e favorece a imagem”, afirma Paula. Buscar algo inusitado, que chame a atenção para o produto, é outra dica. “Um contraste de cores, como uma foto de um bico de sapato claro sobre um tapete escuro, ajuda a chamar atenção. No Instagram, buscamos equilíbrio, sempre alternando imagens para que não fiquem muito próximas de outras do mesmo produto”, explica, Gabriela. E, segundo elas, também é preciso cuidado com o texto, que deve estar à altura da foto.

Look perfeito

Na Profana, com lojas na Cidade Baixa e no Centro Histórico, todas as fotos para as redes sociais são feitas pela equipe de vendas, e o gerenciamento das postagens é dirigido por um profissional de social media. Por ser uma loja de vestuário, a aposta é em looks montados (já sugerindo combinações).

“Quando alguém veste a roupa, temos cuidado para que mostre conforto com o look, para que pareça o mais natural possível”, comenta a proprietária, Simone Moro. Na Profana, o segredo é produzir fotos “limpas”, com poucos elementos e boa iluminação, além de atrativas. Se não seguir esses critérios, a foto acaba não sendo utilizada. “Nossas redes sociais são canais importantes de comunicação com o cliente. Por meio delas é que geramos desejos de compra. Por isso, dedicamos tempo para pensar as combinações e para clicar cada produto, pois elas representam muito quem nós somos”, finaliza.

Seis dicas para a foto perfeita:

Câmera: muitos smartphones modernos têm ótimas câmeras, basta selecionar a melhor qualidade de foto disponível nas configurações.

Produto: além de perfeita conservação do objeto fotografado, ele deve estar sem etiquetas e preferencialmente em um cenário ambientado.

Luminosidade: o flash pode comprometer as cores. Prefira lugares com iluminação natural. Caso contrário, a fonte de luz deve ficar sempre nas costas do fotógrafo. E cuidado com as sombras.

Sem tremores: apoiar a câmera em algum suporte imóvel, como um tripé ou um banco, ajuda e evita que a foto fique tremida.

Mantenha o foco: apostar em fundos desfocados eleva bastante o nível da foto. Para isso, basta que o produto esteja próximo da câmera e o fundo bem distante.

Foto de produto: para mostrar peças com muitos detalhes, como joias e óculos, usar um fundo infinito, sem marcação de bordas, é uma boa ideia. É chamada de fotografia “still” a que captura somente objetos, sem a presença de pessoas, como roupas no cabide ou uma bolsa em uma mesa, com ou sem cenário.


Fonte: ABLAC / Revista Conexão Varejo - Foto: Marina Casemiro


Últimas notícias

Smartphone é principal ferramenta de compra online para 33% dos internautas

Estudo do SPC Brasil e CNDL aponta também que 74% dos internautas usam celular em ao menos uma etapa de compra online
Leia Mais

Desafios e oportunidades da transformação digital

No Happy Hour com Tecnologia do IBTeC, especialista apontará caminhos para a conexão na indústria calçadista
Leia Mais

Grupo norte-americano de e-commerce vem ao Brasil em busca de calçados femininos

Iniciativa do Brazilian Footwear prevê visitas a fábricas e showrooms nas regiões gaúchas do Vale do Sinos e Vale do Paranhana, os dois principais polos de calçados do Brasil.
Leia Mais