Notícias


Publicado em:
30
5/2018

Calçadistas brasileiros embarcam em missão para Rússia

Evento acontece entre os dias 6 e 8 de junho e contará com workshop sobre o mercado local e showroom de calçados Made in Brazil.



Metatags:

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), levará 14 marcas nacionais para uma Missão Comercial em Moscou.

O evento acontece entre os dias 6 e 8 de junho e contará com um workshop sobre o mercado local e um showroom de calçados Made in Brazil.

A coordenadora de Promoção Comercial da Abicalçados, Letícia Sperb Masselli, conta que mercado russo exige um trabalho de longo prazo e foi por isso que a Abicalçados, por meio do Brazilian Footwear, passou a realizar missões comerciais ao país em 2013.

“Temos uma boa expectativa. Apesar de ser um mercado difícil, é promissor. É importante que o empresário brasileiro combine com os russos, ou seja, tenha flexibilidade para adaptar seus produtos à realidade daquele consumidor, que possui um verão curto e passa boa parte do ano em temperaturas gélidas, necessitando de calçados mais fechados - inclusive para o verão - e com diferenciais como impermeabilização, isolamento térmico e solado antiderrapante para uso no gelo e na neve para o inverno”, ressalta. Nesta missão, o showroom apresentará as coleções brasileiras de primavera-verão.

No âmbito econômico, Letícia diz que a Rússia passa por um momento de crescimento, após dois anos de recessão. “O país vive um período de recuperação e plena confiança na economia. Prova disso foi a reeleição do presidente Vladimir Putin, em março deste ano, com mais de 76% dos votos. Em 2017, após dois anos de quedas, o PIB russo aumentou 1,5%. Todos esses fatores são motivo de uma expectativa positiva para essa sexta missão comercial à Rússia”, projeta a coordenadora

Ela lembra que no país o consumo ultrapassa 420 milhões de pares por ano, sendo mais de 70% deles importados. “Embora a China seja o maior fornecedor de calçados para a Rússia, o país vem perdendo espaço. Nos últimos cinco anos, a queda das importações chinesas foi de 36%, o que também abre mais possibilidades para o produto brasileiro”, acrescenta Letícia.

As exportações de calçados brasileiros para a Rússia aumentaram em 2018. No primeiro quadrimestre deste ano foram embarcados para lá 98,47 mil pares que geraram US$ 2,24 milhões, altas de 14,2% em volume e de 22% em receita no comparativo com igual período de 2017.

Participam da missão à Rússia as marcas Modare, Klin, Viviar Shoes, Petite Jolie, Bibi, Pimpolho, Capodarte, Dumond, Ortopé, Suzana Santos, Renata Mello, Pampili, Sapatoterapia e Usaflex.

Fonte: Assessoria Abicalçados


Últimas notícias

Smartphone é principal ferramenta de compra online para 33% dos internautas

Estudo do SPC Brasil e CNDL aponta também que 74% dos internautas usam celular em ao menos uma etapa de compra online
Leia Mais

Desafios e oportunidades da transformação digital

No Happy Hour com Tecnologia do IBTeC, especialista apontará caminhos para a conexão na indústria calçadista
Leia Mais

Grupo norte-americano de e-commerce vem ao Brasil em busca de calçados femininos

Iniciativa do Brazilian Footwear prevê visitas a fábricas e showrooms nas regiões gaúchas do Vale do Sinos e Vale do Paranhana, os dois principais polos de calçados do Brasil.
Leia Mais