Notícias


Publicado em:
2
4/2018

O perfil do consumidor brasileiro, segundo o Google

Número nos acessos online via smartphones cresceu 112% em um ano, bem como a taxa de conversão de compras por esses aparelhos.



Metatags:

O site Think With Google divulgou no início do março uma pesquisa que ajuda os comerciantes a entenderem as mudanças de comportamento on-line do consumidor brasileiro. A partir destas informações, é possível ajustar as estratégias de marketing de acordo com as necessidades dos clientes.
Com o objetivo de mapear os horários em que as pessoas mais recorrem à internet em busca de serviços e produtos, o estudo envolveu 1,2 mil entrevistados.
Entre os principais resultados, vale salientar que, no último ano, houve um crescimento de 112% nos acessos online via smartphones e que a taxa de conversão de compras via smartphones subiu 74% nos últimos três anos.

Apesar de ter caído em 9% o tempo gasto em cada site, 30% dos entrevistados afirmaram adquirir produtos durante o expediente de trabalho e 74% usam o dispositivo móvel para comparar preços.

Outras informações relevantes é que 30 milhões de pessoas acessam três tipos de tela (Televisão, Computadores de Mesa e Smartphone); 68% veem TV e usam smartphones ao mesmo tempo; e 63 milhões acessam dois tipos de tela (Televisão e Computador).

Dos 30 milhões de usuários que acessam três tipos de tela, 27% compram on-line e mais de 30% utilizam mais de um dispositivo para concluir as compras.

Ou seja: uma compra que se inicia no trabalho via computador, por exemplo, pode terminar em casa através de um smartphone. Outro ponto a ser observado é que 52% das pessoas assistem televisão conectadas à internet; ponto bastante positivo para o e-commerce.

Fonte: ABLAC


Últimas notícias

Vendas no varejo avançam 0,5% em setembro e 3,9% no acumulado de 12 meses

Vestuários e calçados tiveram crescimento de 1,8% no mês
Leia Mais

A importância do Visual Merchandising para as lojas

Para especialista, empresas que mais fazem sucesso são aquelas que pensam na experiência do cliente.
Leia Mais

Faturamento do comércio eletrônico paulista cresce 3,6% no segundo trimestre

Segundo pesquisa realizada pela FecomercioSP em parceria com a Ebit/Nielsen, vendas atingiram R$ 4,07 bilhões.
Leia Mais