Notícias


Publicado em:
25
8/2017

Google Fashion Trends aponta crescimento do consumo consciente

Evento traz dados sobre o comportamento de compra de moda e as tendências identificadas a partir de buscas feitas no buscador.



Metatags:

O mais recente levantamento do Google Fashion Trends comprovou que o consumo consciente ganha ainda mais valor em tempos de crise econômica e que a representatividade também influencia a moda.

Além disso, analisa as tendências de busca que mostram o que as pessoas estão pesquisando quando o assunto é moda. Foram estudados dois insights: comportamento de compra e tendências de busca, que destacaram o seguinte:

• 89% das pessoas pretendem comprar roupas e calçados no segundo semestre de 2017;
• A maior parte das pessoas afirma que mudaram seu padrão de consumo por conta da crise: 26% passaram a comprar roupas mais baratas e 12% diminuíram a frequência de compras, mas seguem comprando suas marcas de preferência;
• 86% das pessoas pesquisam mais do que faziam há dois anos;
• 64% dos compradores online pesquisam em pelo menos três sites diferentes;
• A pesquisa agora passa a ser por ocasião, como calça de academia ou vestido de festa;
• 43% sempre, quase sempre ou algumas vezes compram mais dos que planejava;
• 31% compram quando tem uma necessidade específica, como festa ou compromisso corporativo, e 23% quando precisam trocar algum item velho;
• 46% das pessoas preferem ver os produtos em um vídeo ou em um contexto quando estão comprando moda e não apenas a foto do produto;
• 77% das pessoas afirmam conhecer ao menos uma blogueira de moda;
• O número de clientes que se declaram fiéis a uma marca vem caindo desde 2015;
• A busca por marcas cresceu menos que a busca por produtos;
• Sustentabilidade: nos últimos dois anos, as buscas por roupas usadas cresceram 97% e as por conserto de roupas 145%;
• A representatividade também impulsiona a moda;
• Nos últimos dois anos, as buscas por feminismo cresceram 217%, por cabelos raspados 462% e por sapatos de salto baixo 218% versus 126% das buscas por sapatos de salto alto;
• As buscas por machismo nos últimos dois anos cresceram 161%, por saia masculina 121% e por maquiagem masculina 317%;
• Já as buscas por racismo cresceram 107%, acompanhadas das buscas por estampa africana que aumentaram 121% e turbante com 317%;
• 98% das buscas de roupa para o réveillon mencionam a cor branca;
• As buscas por roupas esportivas cresceram 213% nos últimos dois anos e por sapatos para a prática de esportes 268%;
• No Brasil, nos últimos 12 meses, as buscas por biquínis aumentaram em 35% e por maiôs 133%, reflexo do uso de maiôs como body;
• Quando o assunto é biquíni, as buscas se concentram nos modelos: cintura alta, biquíni de crochê, cropped e ripple;
• O interesse por saídas de praia também teve expressivo crescimento no Brasil no último ano: 92%. Destaque para os modelos de crochê e renda;
• Na categoria vestido, os mais buscados são os de festa;
• Saias jeans, lápis, de tule e midi estão entre as preferidas;
• Os brasileiros têm o tecido jeans como o preferido quando pensam em calça ou bermuda/short;
• Os homens buscam mais camisa que camiseta (59% versus 41%).

Fonte: Primeira Página / Ketchum


Últimas notícias

Fabricantes francanos reforçam o time do segmento feminino na Francal 2019

A cada semana, mais empresas de Franca garantem presença na Francal 2019. Agora, dois fabricantes do segmento feminino, Clave de Fá e J. Gean, acabam de confirmar sua participação.
Leia Mais

Cartela de cores diversificada é destaque da Democrata Urban

Produzida em lona, coleção tem mais de 40 modelos em opções de areia, vermelho, azul, preto e smoke
Leia Mais

Projeto comprador gera US$ 186 mil em três dias de negócios

A ação aconteceu durante a Semana da Indústria Calçadista Catarinense e recebeu compradores vindos do Peru e Paraguai.
Leia Mais