Notícias


Publicado em:
22
8/2017

Vídeo dá dicas a calçadistas sobre mercado russo

Produzido pelo programa Brazilian Footwear, material apresenta dados estatísticos e entrevistas com representantes do varejo do país.



Metatags:

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e o escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) na Rússia realizaram um estudo do mercado russo.

O objetivo do material, produzido em vídeo e que faz parte do escopo do Brazilian Footwear - programa mantido em parceria pelas duas entidades -, é orientar os fabricantes nacionais sobre as peculiaridades de um dos mais importantes mercados do mundo, que somente em 2016 movimentou mais de US$ 10 bilhões.

No vídeo são detalhados dados sobre o mercado russo e constatado, por meio de entrevistas com representantes do varejo local, que os calçadistas brasileiros ainda engatinham na adaptação dos produtos de acordo com o gosto e necessidades do consumidor daquele país.

“É um grande mercado consumidor e que deve crescer de forma constante nos próximos cinco anos, tendo uma dependência cada vez maior por calçados importados - hoje 75% dos calçados consumidos na Rússia são de fora do país”, explica a coordenadora de Promoção Comercial da Abicalçados, Letícia Sperb Masselli.

Segundo ela, existe um interesse muito grande pelos calçados brasileiros, mas o Brasil é percebido apenas como fornecedor de calçados de verão. “O verão russo tem duração curta, de dois meses. O restante do ano é inverno, mais ou menos rigoroso, condição climática que exige diferenciais como impermeabilização, isolamento térmico e solado antiderrapante para uso no gelo e na neve”, aponta.

Letícia comenta que ainda são poucas as empresas brasileiras que adaptam seus produtos para mercados com a característica climática da Rússia. “No vídeo, o fabricante nacional interessado naquele mercado recebe dicas preciosas para a confecção de um produto que resista a temperaturas entre 20 e 25 graus celsius negativos”, conta.
A coordenadora alerta que o mercado russo exige um investimento de longo prazo, um desafio, mas envolve muitas oportunidades. “O varejista local reconhece o produto brasileiro, em termos de qualidade, mas ainda se ressente de uma flexibilidade maior do fabricante nacional para adaptação de materiais”.

Para assistir ao vídeo, visite o link: https://youtu.be/PM0tl9howbs.

Fonte: Primeira Página


Últimas notícias

Curso gratuito de moda inclusiva está com inscrições abertas em SP

Aulas visam a discutir novos conceitos de criação e desenho, e refletir sobre a necessidade de informar profissionais do varejo sobre os produtos para pessoas com deficiência.
Leia Mais

Anzetutto aquece visual da mulher contemporânea com pelúcia

Alguns dos novos modelos acompanham pulseira do mesmo material para completar o look.
Leia Mais

Calçadistas estreitam laços com agentes de importação na França

Encontros, que aconteceram entre os dias 11 e 13 de junho, são resultado de um Estudo de Mercado realizado pela Abicalçados.
Leia Mais