Notícias


Publicado em:
14
8/2017

Economia gera 260 mil novas vagas para jovens no primeiro semestre

Dado consta do balanço do ano do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)



Metatags:

Os jovens foram os principais beneficiados pelo crescimento do emprego formal no Brasil no primeiro semestre de 2017. De janeiro a junho, enquanto o saldo geral ficou positivo em 67.358 vagas, entre os trabalhadores classificados como jovens (até 29 anos) esse número chegou a 260.726. Ou seja, a juventude equilibrou a geração de empregos no país este ano.

Em junho, mês do dado mais recente, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostrou que houve desempenho positivo em todas as faixas etárias onde a juventude se enquadra. O saldo ficou em 10,4 mil novos postos para empregados até os 17 anos, em 55,9 mil para quem tinha de 18 a 24 anos e em 2,2 mil para as pessoas com idades entre 25 e 29 anos. O total foi de 68.333 novas vagas.

Segundo o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, esse é um sinal de que a juventude está tendo melhores oportunidades. “O dado nos mostra que os jovens, que sempre estiveram entre os que mais sofrem com o desemprego, estão conseguindo se colocar no mercado formal. Essa é uma boa notícia, pois mostra que nossos filhos estão precisando recorrer menos à informalidade e ao subemprego”, enfatiza o ministro.

A presença dos jovens no mercado formal é positiva em quase todos os setores de atividade. Em junho de 2017, para a faixa etária até 17 anos, houve criação de vagas principalmente nos setores de Serviços (5,4 mil), Comércio (4,3 mil), Agropecuária (499) e Indústria da Transformação (227).

Fonte: Ministério do Trabalho


Últimas notícias

Focal Flex oferece referência europeia a preços acessíveis

Empresa de Franca/SP produz para homens e mulheres há mais de 15 anos
Leia Mais

Verofatto se une à modelo e DJ Vivi Orth para explorar universo musical

Nova campanha da grife de calçados e bolsas tem referências Disco e Glam
Leia Mais

O cliente está cada vez mais exigente!

Levantamento realizado com mais de 6,7 mil consumidores de 15 países, incluindo o Brasil, mostra que para 80% dos clientes a experiência de compra é tão importante quanto a qualidade dos produtos.
Leia Mais