Notícias


Publicado em:
1
8/2017

Confiança do consumidor paulistano volta a subir em julho

Segundo a FecomercioSP, queda da inflação e ciclo de corte na taxa básica de juros motivaram o aumento da confiança



Metatags:

Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) no município de São Paulo se recuperou e avançou 4,7% em julho, ao passar de 100,1 pontos em junho para 104,8 pontos no mês atual.

Na comparação com julho de 2016, quando o indicador marcou 97,7 pontos, houve crescimento de 7,3%. A pesquisa é realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e a escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 (otimismo total).

Os dois quesitos que integram o indicador registraram avaliações positivas na passagem de junho para julho. O Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA) avançou 3,8%, ao passar de 70,8 pontos em junho para 73,5 pontos em julho. Em relação ao mesmo mês de 2016, o indicador apresentou alta de 43,3%. Já o Índice de Expectativas do Consumidor (IEC), outro componente do ICC, registrou alta de 5,1%, passando de 119,6 para 125,6 pontos em julho. No comparativo anual, porém, o índice registrou queda de 2,3%.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, as percepções médias em relação ao momento atual avançaram, assim como as expectativas para os meses seguintes, que voltaram a subir. Analisando a trajetória do índice, com elevação de 7,3% em comparação a julho de 2016, o ICC denota uma melhora baseada principalmente pela queda abrupta da inflação.

Fonte: Assessoria FecomercioSP


Últimas notícias

Focal Flex oferece referência europeia a preços acessíveis

Empresa de Franca/SP produz para homens e mulheres há mais de 15 anos
Leia Mais

Verofatto se une à modelo e DJ Vivi Orth para explorar universo musical

Nova campanha da grife de calçados e bolsas tem referências Disco e Glam
Leia Mais

O cliente está cada vez mais exigente!

Levantamento realizado com mais de 6,7 mil consumidores de 15 países, incluindo o Brasil, mostra que para 80% dos clientes a experiência de compra é tão importante quanto a qualidade dos produtos.
Leia Mais