Notícias


Publicado em:
3
7/2017

Sindifranca lança novo logotipo da Indicação de Procedência dos calçados de Franca

Pioneira na indústria de calçados, a iniciativa, a partir de detalhado estudo de branding, permite a rastreabilidade do produto. Uma parceria do sindicato com o Sebrae e a agência Azê/FBR.



Metatags:

Foram necessários cinco anos para o registro junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) para a conquista da IP Franca, parceria entre o Sindifranca, o Sebrae Nacional e a AZÊ/FBR, de Brasília/DF, que fez o estudo de gestão de marca (Branding) para reposicionar a Indicação de Procedência (IP).

Até o momento, segundo a gerente de Negócios do Sindifranca, Ana Teresa Arruda Rocha, não há indústria credenciada, e a intenção é que até o fim do ano a marca já esteja aplicada aos produtos das fábricas que estiverem aptas ao credenciamento. Segundo ela, é necessário cumprir uma série de requisitos, desde fabricação parcialmente artesanal, produção e gestão, entre outras, para o credenciamento do fabricante.

Mais que resgatar a tradição, história e cultura em produzir sapatos em Franca, como observou o presidente do Sindifranca, José Carlos Brigagão do Couto, a identificação via selo permite a rastreabilidade do produto via QRcode. Ao entrar num portal que está sendo desenvolvido o consumidor terá informações completas sobre a empresa, produção, gestão, entre outras. “É uma ferramenta comercial competitiva, além de agregar valores humanos, sociais e ambientais”, explica Brigão.

“O consumidor poderá acompanhar o processo produtivo e ver toda a história, o carinho com que o sapato de Franca é desenvolvido”, completa Ana Teresa.
Além do portal, serão desenvolvidos ainda um vídeo para sensibilização do consumidor e ações de marketing através das mídias sociais.

Fonte: Primeira Página


Últimas notícias

Vendas no varejo avançam 0,5% em setembro e 3,9% no acumulado de 12 meses

Vestuários e calçados tiveram crescimento de 1,8% no mês
Leia Mais

A importância do Visual Merchandising para as lojas

Para especialista, empresas que mais fazem sucesso são aquelas que pensam na experiência do cliente.
Leia Mais

Faturamento do comércio eletrônico paulista cresce 3,6% no segundo trimestre

Segundo pesquisa realizada pela FecomercioSP em parceria com a Ebit/Nielsen, vendas atingiram R$ 4,07 bilhões.
Leia Mais